Especial de Ano Novo – Remake Turquesa, Big Universo

Por Luísa

ADEEEUS AAANO VEEEELHO, FELIIIIIZ AAAANO NOOOOVO, QUE TUUUDO SE REEEALIIIIIZE… blablabla.

Oooooi pessoal!!

Tudo em ordem pros preparativos de ano novo??

Todo mundo de roupa branca alvejada??

Todo mundo de calcinha de renda vermelha pra atrair o amorrrr??

Bem, hoje trago a vocês um post um pouco diferente. Quando criei o blog, lááá atrás em julho, o primeiro esmalte que mostrei pra vocês era um Big Universo, lembram? O Turquesa, aquele lindo que eu disse que sofri pra passar.

Aqui está ele, 6 meses depois. 😀

6 meses atrás…



Aproveitei que estava com as unhas recém cuidadas pra passar de novo e fotografar de novo. Dessa vez fazendo, ou melhor, não fazendo coisas que fiz daquela vez.

No primeiro post, eu tinha usado a base 2 em 1 da Risqué, e ela reagia com o esmalte e causava transtorno. Dessa vez não usei base. /kill me

Lá também tinha usado o ultrabrilho da Risqué com óleo de orquídea. Dessa vez não usei top coat. HE HE HE

E então tirei fotos melhores, em condições melhores, já acostumada a tirar foto de unha e com um programa bom pra tratar delas, já sabendo melhor. Então o que posso dizer é: esse esmalte é lindo e merece ser usado até o fim do frasco.

…hoje!! 😀
6 meses atrás…

Hoje posso dizer que esse brilho aí é todo dele e só dele, usei ele puro. No post de julho, não disse quantas camadas usei, e é ÓBVIO que eu não lembro. Aqui usei 3 camadas. Ele cobre com 2, se você tiver a unha bem lisa e uma habilidade invejável. Como não é meu caso, tive que apelar pra terceira. Mas não foi tanto sofrimento assim pra secar, viu. Claro que ele fica amassável, mas nada que um bom tempo com as mãos pra cima (eu leio outros blogs enquanto o esmalte seca, ahaha) não resolva.

…hoje!! :DDD

Outra coisa que mudou de lá pra cá foi o meu formato de unha. Eu usava a unha redonda, mas com o tempo, usando a lixa e gastando a unha, ela tendia a ficar bicuda, que nem stiletto, que todo mundo sabe que eu detesto e continuo detestando. Então acabei optando pela “squoval”, quadrada com os cantinhos mais arredondados. Aqui eu tava com as unhas beeeem cotocas mesmo, por conta de um desastre que contei no post do Cutie Pie, e quando é assim eu realmente prefiro elas quadradinhas. Fica mais bonito, sem aparência de unha roída.

Bem, agora fazendo uma pequena retrospectiva, pelo menos dessa minha explosão esmaltística… vou aproveitar a deixa e fazer alguns comentários.

No primeiro post que fiz de fato, o Post de boas vindas, eu fiz uma lista de desafetos, que fui desbancando os preconceitos dia após dia:

AH, as cores que eu não gosto/odeio/prefiro evitar são:

  • Rosa
  • Dourado
  • Nude
  • Neon
  • Vermelho
  • Amarelo
  • Roxo (apesar de ser minha cor favorita)
  • Marrom
  • Branco – qualquer cor muito clarinha, tipo “esmalte de vó’.”

O primeiro a ser desbancado foi o rosa. 


Confesso que me surpreendi com esse esmalte – no vidrinho ele parecia bem escândalo, mas nada neon (morro antes de usar um rosa neon). Quando abri o frasco, quase caí da cadeira. PARECIA NEON. Entrei em choque. Mas, depois de passar e tal e coisa, percebi que ele era bem mais fechado do que parecia, inclusive pouco mais claro que o Chilli Pepper. O que me leva À FRUSTRAÇÃO, porque a ideia era de me aventurar a usar um esmalte que eu JAMAIS usaria… acabou que eu gostei desse.” Kiss, Ana Hickmann.

Ele me fez quebrar preconceitos, sem mais. E foi a partir dele que passei a desbancar os outros.

O segundo a ser desbancado foi, claro, o vermelho. 

No post a foto fala por si.


Dessa vez deixei a Rê, que falou que ia fazer o post mas “não sabia o que dizer”, usar meu esmalte preferido de todos os tempos. É uma honra muito grande, viu.”  Vermelho Surreal, Jade

Na verdade eu já gostava desse esmalte antes de tentar gostar do rosa, mas ele veio depois do rosa no blog, então estou seguindo a ordem. Eu nem sei se ele entra na contagem, at all, porque ele é o único vermelho que eu tenho coragem de usar, então… pra mim ele não conta como vermelho, conta como VERMELHO HOLOGRÁFICO, auhauhauha!!

O desbanque mais lindo da face da Terra, porém, é o do nude. 


Mas vamos falar de uma cor linda, que bateu forte no meu coraçãozinho – um tempo atrás disse que me apaixonei por nude, não disse? Pois é, e foi isso que me impeliu a comprar (e usar!) o Cipó, da Colorama.” Cipó, Colorama

Eu detestava nudes, até experimentar o Doce de Leite, da Hits. Lá tem a minha história de amor com esse tom, apesar de o Doce de Leite ser bege, não nude. Escolhi o Cipó pra representar porque ele é o mais lindo de todos e é na verdade meu único nude postado no blog (os outros dois são BEEEGEEE).

Rolou também um desbanque legal com o roxo metálico.


O Música é meu favorito de longe. Estava em busca desse tom de roxo há séculos, e só gostaria mais dele se fosse cremoso.” Swatch – Be Happy, L’Apogée

Aí apareceram o Azzule e o Beleza Rara na minha vida e ela se tornou completa. Não vou considerar um desbanque total do meu preconceito porque ainda não consegui usar roxos mais escuros e fechados…

Outro que entrou não só pra minha lista de usáveis como entrou pra categoria dos lindinhos da mamãe é o amarelo.

O Doce de Banana é um AMORZINHO. Pena que é infernal de passar. 4 camadas e continua manchado. Pra usar decentemente precisa polir as unhas antes e ter muita paciência. Não foi meu caso, haha!! Não poli as unhas e ficou tudo meio torto. Mas eu AMEI a cor, sem mais. Tava doida por um esmalte pastel, e esse supriu minha lombriga. Amei.” Swatch – Amarelos

Todo o meu amor pelo esmalte e pelo tom foram expressados aí. Não aguento, porém, amarelos-mostarda nem amarelos-canário, e muito menos amarelos-neon. Mas eu considero uma grande evolução, porque, pra quem não gostava de amarelos, se apaixonar por um amarelo pastel é um grande passo.

E, como não podia deixar de ser, declarei meu amor por tons claros de esmalte, em diversos posts – mas o meu preferido foi o das unhas de Natal.

O Patins é da coleção Disco, até que antiguinha. […] Lindinho, gostei muito dele. Só foi chatinho de passar; 3 camadas generosas, com medo de manchar. E também de secar. Mas não deu bolinhas, apesar do forno que estava meu quarto. Sorte?? ^^'” Unhas de Natal… só que não.

Eu gosto muito também de rosinhas claro, como o Amor Eterno, que aparece aqui e o 
Encentivante, dono de um nome esdrúxulo e feito pela-que-não-deve-ser-nomeada.

Acho que com isso eu encerro o post de hoje, galera, que é também o último do ano. Mas fiquem tranquilas, porque ano que vem tem mais!! (tudumPISH)


FELIZ ANO NOVO PRA TODO MUNDO!! :DDDD


Beijos e queijos.

Anúncios

Combo de Ano Novo: Fondant, Realce + Quero Amor, Passe Nati SS + Cobertura fosca da cor, Colorama

Por Luísa

Alô galera motoboy!

Tá todo mundo se perguntando que cor usar no ano novo, não é verdade? No fim todo mundo vai de branco, calcinha vermelha e esmalte rosa, não é verdade? Ou calcinha rosa e esmalte vermelho.

Mas, galhera, agora com essa vibe de esmalte colorido (que tá durando desde 2009/2010, para alegria geral da nação) não tem como errar, né. Afinal, eu sei que você vai usar roupa branca e lingerie ~corolida.

Não vou ficar dissertando sobre as cores e suas vibrações e seus significados… se vocês quiserem saber, vão olhar o post das LPE sobre cores de esmalte para o Revéillon, lá tá tudo explicadinho.

Qualquer uma dessas é uma ótima pedida pra festa de Revéillon. Só cor fofa.

Bom, como estava de mau humor por causa das unhas cotocas, resolvi passar um esmalte clarinho. Estreei o Fondant, da Realce, da coleção Confeitaria. Essa coleção é fofa ao extremo, mas só achei o Fondant pra comprar. São três cores “candy” e um metalizado.

Mais uma vez o charme do rótulo diferenciado. Me apaixonei pela marca, sem mais.

O Fondant é um azulzinho céu que beeeira bem de longe o lilás. Mas de vermelho ele tem pouco demais pra dizer que é uma variação dos lilases, pra mim ele é azul e pronto. Cremoso, tem um brilho muito bonito, e apesar de parecer insuportável de passar, cobriu meus cotocos com 2 camadas e não manchou. Talvez se estivesse com as garras mais longas, eu precisasse de mais uma camada.

Pra deixar mais fofo e com cara de festa, passei o flocado Quero Amor, da coleção Desejos da Passe Nati Sabrina Sato.

Qualquer um dessa coleção também é uma ótima opção sobre qualquer cor. Bem cara de festa mesmo.

Ele é um flocado que brilha azul e verde e basse jelly transparente. Ele também conta com glitter ultrafino cor de rosa clarinho. É um amor, pena que praticamente SUMIU no Fondant. Mas acho que isso foi culpa da minha ideia de testar a cobertura fosca da Colorama em cima do flocado (vi em muitos blogs e achei muito legal), só que isso só serviu pra camuflar ainda mais o flocado.

Candy color + flocado + cobertura fosca = amor ❤

Não que eu ligue pra isso, não é mesmo? Afinal de contas, não sou fã de muita extravagância e brilho e encheção de coisa em todas as unhas. Normalmente faço filha única, mas como era tudo muito delicadinho, resolvi usar em todas as unhas. Ficou bem discreto e lindinho, além de secar tudo muito rápido. Não usei o top coat do amor dessa vez (Risqué Technology). Ah, bolinhas? Deram algumas, mas eu só percebi agora, OLHANDO COM MUITA ATENÇÃO, porque as unhas ficaram completamente lisas, quer dizer, aveludadas. XD

Aqui eu consegui resgatar o efeito. Ô negócio chato de fotografar ¬¬

Pena que eu acho que não vai durar até a virada! 😦

Mas fica aí a dica, pessoal. Essa combinação fica lindica com as unhas curtinhas. Não sei se ficaria igualmente legal em unhas longas, como as minhas estavam antes, mas testem e contem pra gente o que acharam, ahaha!!

Beijos e queijos!!

Swatch – Coleção Curta o Sol, Realce

Por Luísa

Fala, garotada!!

Tudo em cima??

Hoje trago mais um post ensolarado, apesar de estar caindo até granizo lá fora (TÁ NEVANDO GENTE YEY).

Encontrei Realce pra comprar esses dias, e a moça da loja disse que tinha chegado uma coleção nova que simplesmente ES-GO-TOU em questão de horas. Fiquei pensando “nossa, como assim, que coleção é essa?”, aí ela me disse que tinha uns guardados. Me trouxe a cartela, 4 esmaltes… NEON. A cara do verão, sem dúvida. Mas por que comprar, se eu detesto neon? Pra postar aqui. E também porque foi comprando esmaltes pros quais eu torcia o nariz que acabei me apaixonando. Meti as caras, era bem barato.

Aí me perguntei por que esgotou tão rápido… afinal, neon tem o tempo todo… ainda não entendi.

Eu vou chamar essa coleção de Curta o Verão pra sempre. Errei umas 4 vezes já.

Bom, vamos lá. A coleção é composta por 4 esmaltes, como eu já disse antes; um laranja, um amarelo, um rosa e um roxo. Até aí nada novo. O charme da coleção está em três coisas: o frasco, que tem um rótulo diferenciado pra cada cor, o efeito metálico, presente também na primeira coleção Rebelde da Impala, e o efeito matte, também presente na coleção Mattefluors também da Impala. Porém mesmo depois do swatch, continuo não gostando de neon, acho muita informação pra mim.

Sex on the Beach: laranjão cítrico, nem preciso falar que chama a atenção, né. Passei duas camadas, e nele eu não passei top coat. A cobertura fica aveludada, não é fosco que nem um Cigarrette da vida, mas tem um acabamento decente sim. Esse veio com umas pelotas laranja no meio, não entendi o que são. São da mesma cor do esmalte, parecem bolinhas de esmalte seco, sei lá. Realce, tem que ver issaê.

Picolé: verde no frasco (talvez assim pareça por causa do rótulo verde), amarelo marca-texto nas unhas. Passei duas camadas, o branquinho da unha fica aparecendo de vez em quando. Nesse eu passei top coat, mas o brilho ainda assim não mudou muita coisa. Não está matte como estava o Sex on the Beach, mas também não está brilhando espelhado. Acho que esse eu usaria na praia. Igualzinho o Smiles, da coleção Rebelde, que eu dei pra Gabi depois de não gostar dele, mas é mais concentrado do que o da Impala.

Biquíni: rosa absurdamente neon e chamativo que eu já disse que morro antes de usar. Pra quem gosta, é perfeito, cobre bem com 2 camadas, não tem bolotas como o Sex on the Beach e é de boa de limpar e de tirar. Mas ô rosa feio, auhauaua!! Eu sou suspeita pra falar, mas detestei a cor. Em matéria de qualidade, ele é bom… ok… não, não consigo elogiar um rosa neon, desculpem.

Festa no Iate: roxo. Não sei de onde vem a neonzice dele, que só aparece na foto. Na vida real ele só é um roxo metálico bonito. Usaria sem a menor dificuldade. Usei duas camadas, e ele foi o que melhor aceitou o top coat, ficando com um brilho lindo. Mas esse tem bolotas, igual o Sex on the Beach. Fiquei /chatiada quando vi as pelotas lá, triste mesmo.

Todos os Realce têm pincel achatado, e paguei em cada um deles a bagatela de R$ 1,65. Os dessa coleção são todos super pigmentados, e eu apaixonei nos rótulos. Acho que só vou mantê-los por causa disso, porque as cores mesmo… blah.

Bom, pessoal, espero que tenham gostado. Por hoje é só!! 😀

Beijos e queijos!!

Cutie Pie, Marimoon by Hits

Por Luísa

Galhera bonita!

Hoje trago um multichrome hipnótico pra vocês, e vai ter bastante foto porque não consegui me decidir.

Foto sem flash, na luz natural de um dia feio nublado – o piolhinho lá no fundo é meu irmão.

Uma breve historinha antes do post: um dia eu vi os multichromes da Hits, linha assinada pela Marimoon, nas lojas. E o preço era 12 reais. Na época, era lançamento. Senti uma facada mesmo sem comprar. Aí fiquei pensando muito em comprar um multichrome que não fosse Hits (isso muito vale a pena quando se trata de flocados – mas isso é assunto para outro post). Comprei da Mohda, odiei.

E foto com flash! O Unconventional quase não mudou,
mas o Cutie Pie soltou a franga…

Muuuuito tempo depois, hoje, resolvi passear pela cidade e encontrei alguns desses, por 8 reais. É, 4 reais a menos, dá pra comprar 2 Realce e mais uma porcariazinha. Aí comprei dois, o Cutie Pie, que sempre achei fofo, e o Unconventional, que sempre achei DAZORA. Aí hoje resolvi usar só o Cutie Pie, porque né, ele é muito amor (mas aí minha unha da mão direita quebrou, fiquei com raiva, ranquei o esmalte e agora tô em busca do alicate perdido pra cortar a unha).

Essa gracinha aí é raaaaaaaaaala… mas ok, com duas camadas ele engana bem. Veja bem, engana, porque se você tira foto com flash, por exemplo, o branquinho da unha aparece berrando “OI”. Não quis passar mais por causa da fama de não-secar dos Hits, então…

Olha, que multichrome mais multichrome. Tirando o preço e a raleza do esmalte, foi um bom negócio. Ele realmente muda horrores de cor. Ora é roxo, ora é dourado, ora é verde, ora é azul, ora é cordeburroquandofoge, ora é cor de salmão no cio (piada interna natalina). Tá aí, ó, foto sem fRash…

…e foto com fRash. É essa a diferença que dá na luz do Sol. Depende também do ângulo de iluminação e tal e coisa.

Mais uma foto do efeito ofuscante que esse bicho tem. Ele é incrível assim mesmo na luz direta – no caso, o flash.

Ele foi fácil de passar, fácil de limpar, a cor dele é indefinível, o preço é salgado, e a consistência deixa a desejar. Porém tende a encolher com o top coat do amor, que é o que eu sempre uso (pra quem AINDA não sabe qual é meu top coat do amor, é o roxinho da Risqué Technology). Alguém sabe me dizer se outros top coats encolhem esse bicho? Quer dizer, eu tirei as fotos com ele meio fresco. Depois vi que a cutícula tava incrivelmente falhada, e pensei “COMO EU NÃO VI ISSO??” – olhei as fotos e entendi que era porque isso NÃO ESTAVA daquele jeito. Damn, Risqué.

Bom, pessoal, por hoje é só. Apreciem aí do ladinho uma foto fofa do meu anel novo fofo. Desse jeito fico até parecendo menininha… XD

Beijos e queijos!!

Retângulo Verde, Colorama, com filha única Tóquio, Hits

Por Luísa

Oi gentesss!!

Feliz Natal pra todo mundo de novo!!

E aí, como passaram de festas??

Hoje trago pra vocês uma mani que eu fiz já há algum tempo (umas duas semanas, mais ou menos), mas que tive preguiça de tratar as fotos, ahahaha!!

Detalhe para o glitter no anelar. ❤
É uma mani simples, do tipo que eu sempre faço. Eu lembro que tinha pensado em fazer ombré, mas aí vi que ia estragar tudo com a minha tentativa frustrada (olha como boto fé em mim auhauhaua) e só passei o glitter.

Aqui os queridinhos. Achei essa coleção da Colorama um tanto quanto… estranha e sem propósito. XD

Os esmaltes que usei são ambos 3-Free. Sim, querida, se você não sabia que essa coleção Glitter’s World da Hits era 3-Free, você tá precisando ler mais /aloka. O Retângulo Verde faz parte da coleção Forma em Cor (AHVÁ), mas como não costumo acompanhar releases (só blogs), então não sei nem qual foi a proposta da coleção. Achei meio esquisitas as cores e também os nomes. Quer dizer, retângulo verde. Cone Laranja, Círculo Branco, Curva Bege… esqueci o nome do preto, mas whatever. Tudo nome X. Colorama, me dá uma luz? O Tóquio faz parte da coleção nova de glitters da Hits que já falei ali em cima, tenho dois da coleção. Esse e o Pequim (ALÔ ORIENTE). Ser 3-Free não muda nada na minha vida, mas muda na vida de muita gente, então, entrei na briga pelos 3-Free-preço-acessível-cores-decentes-acabamento-legal. Colorama tá de parabéns, mas Hits… você peca no preço até dos ~malvadinhos, pelos quais pagamos mais por menos esmalte. Um Colorama tá em média 2,80, 3-Free, e um Hits não 3-Free tá em média 4,50. Colorama tem 8ml e Hits tem 6ml. Alô pessoal, VAMOS PRESTAR ATENÇÃO NESSASPORRA (desculpe o palavreado).

Mas vamos ao que interessa. O Retângulo Verde é um verde caquento que lembra o Did it on’em, da O.P.I., mas é mais verdolento e um pouco mais escuro. Achei a cor dele dygna, SÓQUE nas minhas mãoses ele praticamente de-sa-pa-re-ceu. Não sei o que acontece comigo pra esse verde se camuflar em mim assim, devia estar doente. Enfim, passei duas camadas desse cara aí, uma já cobriu bastante (eu esperava ter mais trabalho com ele, me surpreendeu de uma maneira positiva) e a secagem foi OK. Não deu bolinhas. Aquilo, achei a cor legal e tal, mas no dia seguinte enjoei e tirei. Não é uma cor que eu desejeeeeei assim quando vi. É legal. Diferente. Só.

O Tóquio lembra bem a cidade de Tóquio mesmo. Ele tem glitters grandes e pequenos, em sua maioria holográficos. Mas tem alguns glitters grandes coloridos espalhados nele. A base é jelly e é transparente. Achei bem concentrado. Passei uma camada. Achei que fosse ficar mais bonito com duas, mas deixei uma só pra não ficar muito grosso. Glitters da Hits têm esse problema, não sei se é pessoal comigo. Seca devagar, como todo glitter.

Já vi gente reclamando que esses glitters dessa coleção são muito pouco concentrados, dizendo que a base é líquida demais pro glitter ficar no pincel e tal. Acho que a Hits anda tendo problemas de fabricação então, porque meu Tóquio tá bem usável. Ainda não testei o Pequim pra ver se eu sou sortuda ou se as outras que são azaradas, hehe…

Por hoje é só, pe-pessoal!!

Beijos e queijos! 😀

Unhas de Natal!!… só que não.

Por Luísa

Oi pessoal!!

Pois é, véspera de Natal hoje, todo mundo preparando a ceia, todo mundo se vestindo decentemente e se preparando pra sair bonito na foto. E todo mundo da blogosfera esmaltística preparando as garras para a data, enchendo azunha de vermelho, verde e dourado, fazendo mil e uma nail arts e tal e coisa…

…MÃÃS não é o que eu vou fazer, porque pelo menos NESSAS DATAS eu me importo com a roupa que vou vestir. Como não gosto de vermelho puro e não vou usar nada nesse tom e muito menos em verde, decidi fazer unhas comunzinhas, que a maior parte das meninas dessa vida fazem durante o ano sem maiores cerimônias.

Mas não deixaram de ser chiques, ohohoho!!

Atenção para o fundo de estrelinhas e rainhos – fiz no Paint e tirei foto na frente do monitor ~pobreza

Olhaí, resolvi tentar fazer uma gradiente, mas não deu certo. A marca da esponja ficou evidente demais. Ô esmaltinho chato esse. Se bem que acho que foi por causa da diferença de tom, bege e violeta são tons bem distantes, vamos combinar. XD

Tive que editar horrores a imagem, e não ficou bom. Mas ok, serve pra ilustrar. 

E para tanto usei o lindinho do Patins, da Impala, que não sei por que enrolei tanto pra comprar, já que sou uma amante dos beges e nudes, e no anelar, esponjei o Bleu Violet, da Bourjois (presentinho de Natal, amomuitotudoisso).

O Patins é da coleção Disco, até que antiguinha. Tenho alguns dessa coleção, dentre eles o baphônico Disco Ball e o lindo do Azul Pavão. Na mesma leva do Patins comprei o Polaina Fun e o Garota Pop, mas isso é assunto para outro post. O Patins, como eu ia dizendo, é um bege que beira a cor de pele, não chega a ser nude, tem bastante branco nele pra ser. A cor dele lembra o lápis de cor Areia, que vem na caixa de 48 cores da linha escolar da Faber Castell, auhauha!! Lindinho, gostei muito dele. Só foi chatinho de passar; 3 camadas generosas, com medo de manchar. E também de secar. Mas não deu bolinhas, apesar do forno que estava meu quarto. Sorte?? ^^’

O Bleu Violet é um tom bem fechado de violeta, puxa bem mesmo pro roxo. Nas fotos aqui e nas que se vê por aí, ele parece mais azul, e todo mundo acha que ele é azul. Mas NÃO, gente, ele é roxo, assim como o Patchwork da Impala, esse Bourjois é muito engana-câmera. Repito, ele é ROXÃO. Seca rápido, foi chato de esponjar com ele. Minha experiência anterior teve mais sucesso, ahaha!! Já tinha testado ele nazunha antes, ele mancha na primeira camada mas cobre na segunda. É um tom escuro muito elegantê, bem inverno chic. Curti bastante.

Como vou usar uma combinação de camisa branca, saia azul marinho e sapato de salto cinza, decidi não carregar muito nas unhas e fazer tudo em tons bem parecidos. Experimentei a roupa e achei que combinou legal, ponto pra mim!! Até porque acho que tons de nude e bege deixam minhas unhas a cara da ryqueza.

Bom, pessoal, por hoje é só.

Um grande beijo (e um grande queijo!) a todos, um feliz Natal e aproveitem a comida!! Sei que é noite de fartura, e que muitas fazer regiminho, mas o Natal é um dia especial e serve também para refletirmos e agradecermos. Portanto, Miss Dieta da família, agradeça pelo fato de você ter o que comer E COMA. Não desperdicem comida, agradeçam cada presente que receberem, com humildade, e abracem seus familiares e amigos com o coração aberto. E o mais importante, não importando qual é o seu problema de saúde, agradeça pelo fato de você ainda estar vivo. Passei recentemente pela dor mais intensa que o corpo humano pode suportar, mas ao invés de reclamar, agradeço por ter passado por ela com vida e sem maiores transtornos.

Boonenkai 2012 – Tenda da manicure!

Por Luísa

Oi pessoal!!

Tô pra postar isso aqui faz teeeempo, mas nunca achava tempo e disposição pra tratar todas as fotos. Era um dia chuvoso, as fotos saíram tristes e eu saí acabadinha nelas, então… enfim.

Todo ano o pessoal do Kendo de São Carlos faz um torneio entre amigos e em seguida comemora numa confraternização chamada Boonenkai, normalmente feita em uma chácara com piscina, sol e gente bonita.

Esse ano, que foi o primeiro que eu fui, choveu, então o sol faltou e também a piscina (que estava uma pedra, segundo disseram). Mas, como tinha prometido para a Gabi, levei minha parafernália de manicure pra ficar lá mexendo nazunhas dela.

 Não esperava que fosse fazer tanto sucesso.

A primeira que quis mexer nas garras foi a Natasha, que escolheu passar o Liberdade e fazer uma filha única com o Cupcake, da mesma coleção, ambos da L’Apogée que já apareceram por aqui.

Em seguida veio a mãe da Natasha, a Lucilene, que escolheu o Blueberry, da Latika, e fez uma filha única com o Fascínio Violeta, holo roxo da Jade que eu ainda não usei e portanto não postei, mas quem não conhece pode ver nesse post aqui do LPE. 😀

Daí em diante nem sei mais a ordem do povo. A Estela escolheu o nem-tão-discreto London, London, da L’Apogée (versão 3-free) que aparece aos 2:06 do vídeo desse meu post de um swatch que não deu muito certo. Bem divona, no estilo estelístico de ser.

A Harumi-san (sim, até a Harumi-san entrou na dança!!) com seu jeitinho delicado de mulher comportada escolheu o glitter rosinha da Top Beauty que eu acho que se chama Ilusion (sim, com um L só) muito embora eu possa estar enganada. Ainda não usei em mim e não achei imagens boas dele pra ter certeza. E não, no momento não estou com ele, estão todos lá embaixo no meu apartamento. x_x

A Dri passou o já quase clássico Hippie Chic, da Colorama. Como toda boa alérgica, fez o favor de avisar, e foi aí que surpreendi a galëre dizendo que os Colorama são 3-free. Quem pintou as unhas dela, porém, foi a Gabi. Não tenho imagens do Hippie Chic no blog, já faz muito tempo que passei da fase dele, apesar de ter três frascos (!!).

E finalmente, por último mas não menos importante, last but not least, a Gabi, que escolheu o presente de aniversário dela, o Gum, da coleção Hello Kitty by Hits, que aparece no swatch que linkei ali atrás. E por cima, numa filha única, passou o Balada, o glitter da coleção Be Happy da L’Apogée que também linkei, mas lá em cima, quando falei da Natasha. Claro que a foto dela tinha que ser a mais irreverente, né, Gabriela. Não pára quieta e eu tenho que usar a foto que era pra ser zoeira!! ❤

Bom, gente, por hoje é só. Foi divertido ficar um dia mexendo só com esmaltação praticamente, jogando conversa fora e rindo de umas brincadeirinhas meio não-saudáveis que o povo fazia, apesar de não ter tido tempo de pintar as minhas unhas. Foi bom, porque eu nem tava inspirada mesmo. Chuva me faz tirar o esmalte e não saber o que usar, ahauhauha!!

Beijos e queijos!
Foto Extra – Eu mereço ser feia de vez em quando, não dá pra divar o tempo todo, hum.