Top Five Posts: Janeiro

Por Luísa

Bom dia/boa tarde/boa noite pessoal!!

Tudo bem com vocês?

Eu acho que não escrevi no post de mudanças a parte mais importante, que é o conteúdo de cada postagem do mês, hehe… então rapidamente falando, eu vou intercalar entre nail arts e reviews, quando eu tiver coleções inteiras vou botar um swatch no meio. Será algo como duas nail arts, dois reviews e de vez em quando um swatch.

E, no fim de cada mês, um TOP FIVE com as postagens do mês que ou tiveram mais acessos e comentários ou que tiveram mais retorno positivo pelo Flickr. E, claro, as que eu mais gostei, hehe.

Vamos lá!!

Imagem retirada daqui

Continuar lendo

Anúncios

Nail Art – Rainbow Dash

Por Luísa

Helloooooo, everybody!

Tudo bom com vocês?

Não sei se vocês sabem ou se vou perder pontos por isso, mas eu sou uma grande fã da nova série de My Little Pony. Quem conhece sabe bem quem é a Rainbow Dash.

Imagem retirada daqui

Continuar lendo

Nail Art – Cupcakes e Cerejas

Por Luísa

Oi, pessoal! 

Tudo bom?

Essa semana promete. Volta ao trabalho, matrícula na faculdade, dar uma estudadinha no material perdido do ano passado… mas é assim, né, começo de vida no ano novo é sempre complicado. Mas entrei com tudo!!

Já vou avisando que essa não é a melhor nail art que eu já fiz e nem a mais bonita, mas foi de longe a mais demorada. Me inspirei em diversos tutoriais, desde os da Pink Flying Cow até os da ProfessionalDQ. A edição também não ficou aquelas coisas, por alguma razão a iluminação estava péssima e não consegui fotos muito melhores. Mas vamos logo ao que interessa.

Continuar lendo

Unhas com BREELHO – o dia em que Luísa exagerou…

… mas gostou do resultado!!

Por Luísa

Oi gente, tudo bem??

Pois é… recentemente recebi umas coisas da China, que incluíam aqueles lencinhos xingling E os glequins que eu resolvi usar.

…glequins?

Bem, estou tomando emprestada uma terminologia que vi no blog The Nailasaurus, mais especificamente neste post aqui, em que ela explica que “glequins” são o cruzamento de glitters e sequins. Sequin, pra quem não sabe, é o nome que se dá aos “paetês”, que são “glitters maiores”. Eu ainda estou em dúvida se o que eu tenho são glequins ou sequins, MAS são hexagonais, então vou chamar de glequins mesmo, haha!

Esses dias atrás eu tava com uma vontade louca de usar um esmalte claro com um glitter colorido por cima, tipo os Ultimate Glitter da Top Beauty. Aí, depois que vi essa combinação da Tatá, decidi que a base ia ser BRANCA. Isso porque odeio esmalte branco. Bem, para tal escolhi o Paris, da Risqué (ê marca boring) como base e depois fui colando os glequins. Eles são furta cor, e eu escolhi amarelo escuro, laranja e amarelo claro. Não que isso faça diferença depois, mãããs… e por cima, taquei o In the Club da Top Beauty, que eu tava ensaiando pra usar há muito.

Passei três camadas do Paris (branquinho fdp que não sabe se quer ser transparente ou cremoso), colei os glequins com palito de laranjeira e gotinhas do top coat da Impala, passei uma camada do In the Club (glitter fino magenta, glitter pequeno roxo e glitter médio azul) e depois uma camada do top coat da Impala.

Curti o resultado, de verdade. Só achei que demorou um pouquinho pra secar… mas né, é perfeitamente compreensível. O fato de eu colar os glequins um a um deu o tempo que o Paris precisava pra secar bem o bastante pra passar um glitter por cima.

Bem, pessoal, por hoje é só!

Beijos e queijos!!

Resumo das férias – Luísa

Por Luísa;

EEEEEEEEEEAAAAAAAAAEEEEEEEEEE PESSOAAAAAL!!!

De volta, depois de quase dois meses de afastamento!! Achei que fosse voltar logo, mas no fim das contas aconteceram muitas coisas que me mantiveram away, tanto do blog quanto dos esmaltes… isso inclui a retirada dos meus dentes do siso e um tratamento fdp pra cálculos renais. Minhas unhas só tão melhorando AGORA que parei de tomar um infinito de remédios…

Mas vamos ao que interessa. Não é porque eu estava away do blog que parei de pintar as unhas e de fotografar. Eu só não tinha as condições ideais para fotografia, já que estava bem longe do meu miniestúdio, então reuni as fotos que ficaram melhores de cada uma das unhas que consegui fotografar e vou mostrar, bem rapidinho, só pra catch up. Essa semana ainda vai ter mais post, haha!!

Uma das minhas primeiras tentativas de esponjado. Ficou bem tosquinho. Usei o Polaina Fun, o Patins e o Garota Pop, os três da coleção Disco da Impala.

Com certeza não a minha pior frustração, mas também não é um esmalte que eu classificaria como “legal”. É o Unconventional, da coleção Hits Marimoon dos multichrome. Eu não sei, não gostei do esmalte ser do tipo “buraco negro”, que parece ser preto na maior parte do tempo e só mostra a cor oculta quando quer.

Amorzinho o esmalte, tanto pra passar quanto pra olhar. Mas descascou rápido 😦 É da coleção Risqué Gastronomia, como todos devem saber, então vamos passar para o próximo.

Primeira tentativa de Caviar Nails. Odiei o fato das bolinhas ficarem meio soltas e ásperas na unha, aí taquei 8963487263 camadas de top coat pra deixar liso. Até que deu certo, mas no dia seguinte me deu siricutico e eu arranquei tudo. Ainda não sei se gostei da experiência…

Bom, como não podia faltar um rosa e um fiasco fotográfico, lhes apresento o Ha Ha Ha da Colorama, com filha única Belgrado, da Cora. Na real, os tons são MUITO diferentes, o Belgrado tem cor de xarope de groselha, e o Ha Ha Ha tem cor de chiclete ploc. Mas eu sei que na foto ficou assim porque eu tirei do lado de fora da minha casa, e a minha casa é terracota. Pra quem não sabe, terracota é um vermelho alaranjado puxado pra cor de terra. Aí refletiu essa cor maldita nas minhas unhas e o rosa ficou vermelho.

E ENTÃO, SENHORAS E SENHORES, minhas aventuras no lindo mundo da Nail Art!! Ganhei um conjunto de 6 pinceis do meu pai e já saí usando. Ali usei o Cupcake (verde) e o Pasta Americana (rosa), ambos da coleção Confeitaria da Realce, como cobertura usei o 1º Beijo, Mohda HD (que tá na foto nherr) e pra fazer os desenhos em preto e branco, o Frankie, da coleção Monster High e tinta pra tecido branca 🙂

Como não poderia deixar de ser, meu primeiro grande êxito no mundo da Nail Art. Tirei essa foto quando já tinha um bom tempo (cerca de 1 semana e meia) que eu tinha desenhado a caveira, então o esmalte das outras unhas não tá coordenando (apesar de ser o Psicodélica, lindo, maravilhoso). Tirei a ideia da caveira desse vídeo aqui. 😀

Bem, pessoal, acho que eu já “catched up”, então agora posso respirar fundo e começar a postar normalmente. Em breve um post sobre um removedor de esmalte XINGLING, mas que funciona maravilhosamente bem e não fede!! 😀

Beijos e queijos.

Desafio 10 inspirações: Filme preferido

Por Luísa

Oi pessoal!!

Antes de mais nada, FELIZ ANO NOVO!! 😀

E segundo-antes-de-mais-nada, o post de hoje foi o maior fracasso de todos os tempos, auhauha!!

Pra quem ainda não sabe, meu filme preferido é O Grande Ditador, do Chaplin. Assisti pelo menos 5 vezes (quando se trata de filme isso pra mim é MUITO, já que dificilmente assisto filmes). Ai que bonitinho, que amor, lalala, é, lindo, um amor. COMO passar isso pras unhas, me explica?

Tentei tudo que vocês possam imaginar. Cheguei até a tentar fazer um adesivo de papel. Mas como nada funcionava, tive que apelar pra última opção – uma nail art com fita adesiva (tape mani), que, parafraseando a Tatá, do Las Garras, acabou por se tornar uma FAIL art.

Mas vamos falar do filme.

Pra quem não sabe, o filme é a história de um judeu que serviu na Primeira Guerra e não era lá muito bom como soldado, mas acabou por salvar a vida de um piloto de seu país (Tomânia). Depois de cair do avião com o piloto, entrou em coma e perdeu a memória. Foi internado, até que acordou alguns anos depois, numa dura realidade opressora, em que o ditador Hynkel (sátira óbvia de Hitler) perseguia os judeus. Ele então passou a agir como se nada estivesse acontecendo, alheio a tais acontecimentos – e estava para ser preso quando o piloto cuja vida havia salvado anos antes apareceu, como líder de uma das tropas opressoras, e libertou-o, protegendo a ele e a seus amigos dos ataques nazistas. Hynkel, por outro lado, é um sósia desse judeu, e age como uma criança mimada e arrogante em relação ao mundo (a cena mais famosa é a da dança com o globo, que você pode ver aqui). Depois disso o filme se desenrola na relação entre o ditador e seu sósia judeu pacifista. No final, ocorre uma troca de personalidades, e o judeu acaba sendo confundido com Hynkel, e Hynkel é preso no lugar do judeu. Este então faz um discurso humanista, pacificador e unificador, abdicando de todo o ideal purificador e egoísta do ditador verdadeiro. O discurso está aqui, e todos deveriam assistir. Eu sempre choro. ;-;

Falando agora da mani, não consegui fazer nada além de combinar preto e branco, como é a imagem do filme. Muita frustração, uma mani tão mixuruca pra homenagear um filme tão lindo… ;-;

Usei o Preto Fosco da Risqué, mas passei top coat. Tentei fazer uma fitinha branca com o esmalte Branco para Carimbo da La Femme, mas ficou tudo meio borrado e feio. Não durou nada, tirei logo depois das fotos. Damn.

Foi um fail grande demais, tanto na hora de fazer a fitinha quanto na hora de esmaltar e de passar top coat. Foi um sofrimento sem fim, e fiquei triste de verdade de não ter conseguido executar a ideia… :((

Mas vale pelo desafio. XD

Por hoje é só.

Beijos e queijos!! 😀